Menu

Dick Van Dyke Show - 1961 Destaque

The Dick Van Dyke Show foi criada por Carl Reiner e gerada originalmente como uma das várias comédias que eram apresentadas dentro do programa "CBS Comedy Spot", onde inclusive em um dos episódios, também criado por Reiner e chamado "The Incredible Jewel Robbery", foram inclusos Harpo e Chico Marx interpretando um par de ladrões de jóias. Pouco tempo depois, Reiner foi chamado novamente para criar outro episódio que se chamou "Head of the Family", onde o personagem Rob Petrie apareceu pela primeira vez como um roteirista de uma comédia de televisão (ele descobre que seu filho está sendo vítima de chacota por seus colegas de escola, devido ao fato de seu pai não ter um emprego decente e importante quanto os outros pais da escola, deixando Rob totalmente desiludido com o seu trabalho).

Este episódio chamou a atenção do produtor executivo Sheldon Leonard que persuadiu Carl Reiner a transformar este episódio numa série de televisão. Reiner reformatou o episódio, convidou Dick Van Dyke para interpretar Rob, o roteirista de um espetáculo fictício chamado The Alan Brady Show. Para fazer o papel da esposa de Rob, os produtores resolveram apostar numa nova e desconhecida atriz chamada Mary Tyler Moore, que não havia feito quase nada, constando em seu currículo como trabalho importante apenas um pequeno comercial de televisão. A série girava basicamente em torno de alguns personagens principais: Robert "Rob" Petrie (Dick Van Dyke), que trabalhava juntamente com Sally Rogers (Rose Marie) e Buddy Sorrell (Morey Amsterdam); e sua esposa Laura Petrie (Mary Tyler Moore), uma dona de casa e também uma ex-dançarina da U.S.O., onde Rob a conheceu. Rob também tinha que conviver com o produtor do programa, o arrogante Mel Cooney (Richard Deacon). Durante a primeira temporada, o personagem Alan Brady praticamente não apareceu e quando o fez foi interpretado pelo próprio Carl Reiner.

 

voltar ao topo