Menu

Fazendeiros do Asfalto - 1965 Destaque

Fazendeiros do Asfalto (“Green Acres”) é uma série de televisão americana que tinha como estrelas o casal Eddie Albert e Eva Gabor que se muda de Nova York para uma fazenda no interior do país. Produzida pela Filmways, Inc., como uma espécie de irmã de outra série, “Petticoat Junction”, ela foi originalmente transmitida na rede CBS americana de 15 de setembro de 1965 a 27 de abril de 1971, com um total de 160 episódios. Depois do sucesso de A Família Buscapé (“Beverly Hillbillies”) e Petticoat Junction, a CBS ofereceu ao produtor Paul Henning a oportunidade de criar um piloto para uma série nova. Devido a falta de tempo para se comprometer em outro trabalho próprio, ele incentivou o colega Jay Sommers para a criação do projeto. Sommers usou a sua série que ia ao ar pelo rádio em 1950, “Granby's Green Acres”, como base par a nova série televisiva (o 13º episódio deste série de Sommers teve como estrelas do rádio Gale Gordon and Bea Benaderet, que também apareceu na versão para a TV, e conta a estória de uma família que desloca-se pelo país).

Algumas coisas diferentes que aconteciam na série:
* Oliver e Lisa normalmente estavam vestindo roupas de uso comum na metrópole, mas inadequadas para a vida na fazenda (mesmo enquanto trabalhava, Lisa usava jóias e vestidos caros).
* A existência de um mobiliário expressivo e um fantástico Lincoln Continental conversível de quatro portas na fazenda.
* Nunca ter um telefone em casa funcionando.
* Um trator agrícola Hoyt-Clagwell que raramente trabalhava e cujas rodas viviam caindo.
Embora ainda bastante popular em 1971, a série acabou por ser cancelada naquele ano como parte de um "afastamento rural" promovido pela CBS, que decidiu transferir a sua programação para temas mais urbanos e contemporâneos, o que chamava audiências mais jovens e atendia aos anseios dos anunciantes (quase todo o elenco Fazendeiros do Asfalto era de meia-idade ou mais velhos). A Família Buscapé (“Beverly Hillbillies”) foi outra série, dentro dessa política, que não teve continuação (From Wikipedia, the free encyclopedia. Tradução e adaptação livre: Vitor Pinheiro).

voltar ao topo