Menu

Hawaii 5-0 - 1968 Destaque

Hawaii 5-O é um seriado de tv americano do gênero policial criado por Leonard Freeman e estrelado por Jack Lord. Foi exibido por 12 temporadas, entre 1968 e 1980, num total de 278 episódios. Na série, em meio ao clima paradisíaco das ilhas havaianas, existe um violento submundo que precisa ser combatido por uma divisão de elite da polícia de Honolulu. Eles enfrentam sabotadores, justiceiros, revolucionários, entre outros criminosos, incluindo o vilão Wo Fat.

 

Havaí 5-0 era uma equipe policial do governo, sendo o nome uma homenagem ao estado, o 50º dos EUA. Era liderada por Steve McGarrett (Jack Lord), um oficial da Marinha aposentado que foi indicado pelo governador Paul Jamenson (Richard Denning). Faziam parte do 5-0 Danny Williams (James MacArthur), Kono Kalakaua (Zulu) e Chin ho Kelly (Kam Fong). Mais tarde, o oficial do departamento de polícia Duke Lukela (Herman Wedemeyer) se juntou à equipe, assim como Ben Kokua (Al Harrington), que substituiu Kono. Durante as 12 temporadas, McGarrett e o 5-0 investigaram os mais diversos crimes, prenderam agentes secretos internacionais e criminosos, além de desmantelar sindicatos mafiosos. Para tanto, em vários episódios, McGarrett e outros policiais se disfarçaram para penetrar nessas organizações.

O maior vilão e inimigo número 1 de McGarrett era o oficial de inteligência chinês Wo Fat (Khigh Dheigh). O 5-0 não conseguiu prendê-lo até o último episódio da série, cuja produção foi inteiramente filmada no Havaí. As cenas internas eram gravadas em um pequeno estúdio. Por sorte haviam muitas cenas externas, que eram feitas nas exuberantes paisagens locais. Fala-se que com o sucesso do programa, principalmente nos anos 70, o número de turistas aumentou no estado. Isso porque a série servia como um cartão-postal do Havaí. Polêmica: em 7 de janeiro de 1970, foi exibido o episódio Bored She Hung Herself. A história mostra um terapeuta havaiano que desenvolveu uma técnica inovadora baseada numa mistura de Yoga com enforcamento. Num certo dia, a namorada do terapeuta é encontrada morta aparentemente por acidente. Mas McGarrett não acredita que a morte foi acidental e uma investigação é iniciada. Segundo os noticiários da época, uma repórter de TV tentou fazer a técnica mostrada e acabou morrendo enforcada. Duas pessoas tentaram o mesmo e também acabaram morrendo. Devido aos acontecimentos, o canal CBS, transmissora do seriado, acabou banindo o episódio, tendo sido recolhido e trancado no cofre. Com isso, Bored She Hung Herself nunca mais foi exibido nas reprises nos EUA ou vendido nos pacotes para emissoras no resto do mundo. No Brasil, todos os episódios de Havaí 5-0 foram exibidos pela Rede Bandeirantes, exceto este, que permanece inédito. O DVD da segunda temporada, já lançado no Brasil, não contém Bored She Hung Herself. Os fãs esperam que a CBS/Paramount Home Entertainment inclua o episódio em algum dos próximos boxes a serem lançados. O legado: Havaí 5-0 era o seriado policial mais longo até ser ultrapassado por Law & Order ( "Lei & Ordem" no Brasil), em 2003. Esse formato popular do programa foi adotado por outras séries policiais nas décadas posteriores. Um bom exemplo é Magnum, que estreou na temporada seguinte ao fim de Havaí 5-0. Também passado no Havaí, a equipe aproveitou-se da estrutura deixada e fez várias referências à série em seus primeiros episódios. O Tema Musical: o tema de Havaí 5-0, chamado Hawaii Five-o Theme foi composto por Morton Stevens, que ganhou dois Emmy pela série, em 1970 e 1974. Com o aumento da audiência do seriado, o tema se tornou conhecido. A banda de surf music The Ventures regravou a música em 1969 e se tornou um de seus maiores sucessos. O tema aparece brevemente no filme Shrek 2, quando um dos trompetistas do rei se empolga com a fanfarra de apresentação; em Madagascar, quando Marty está surfando sobre dois golfinhos e em As Férias de Mr.Bean, quando eles estão viajando de carro para chegar a Canes (Bean escuta no celular de Sabine). Em Os Simpsons, é o toque do celular de Marge Simpson no episódio "The Father, the Son and the Holy Guest Star". From Wikipedia. Tradução/adaptação livre: Vitor Pinheiro.

voltar ao topo