Menu

77 Sunset Strip - 1958 Destaque

77 Sunset Strip é uma série televisiva americana, com duração de uma hora, cujo tema era as atividades que envolviam o cotidiano de dois detetives particulares. Foi objeto de disputa entre o escritor Roy Huggins (responsável por séries como Maverick, O Fugitivo e Arquivo Confidencial, “The Rockford Files”) e a Warner Brothers, pois o enredo era baseado em contos e romances escritos por Huggins antes de sua chegada a Warner. Ela foi ao ar de 1958 a 1964 e, em 1960, ganhou o “Golden Globe Award” de melhor série televisiva.

A série girava em torno de dois detetives de Los Angeles, ambos ex-agentes secretos do governo: Stuart ( "Stu") Bailey (Efrem Zimbalist Jr., que fazia um personagem que Huggins havia criado em 1946 no seu romance The Double Take, mais tarde adaptado para filme de 1948, I Love Trouble) e Jeff Spencer (Roger Smith), que também era advogado mas não exercia esta profissão.  Papéis cômicos se destacavam como “Roscoe”, interpretado por Louis Quinn, e do romântico rock and roll encarregado do estacionamento do bar com porta ao lado onde ocorriam os eventos, Gerald Lloyd Kookson III ("Kookie"), interpretado por Edd Byrnes (a venda de pentes subiu nessa época devido ao personagem e seu estilo de pentear o cabelo). Dramas fortes ficavam de fora e, ocasionalmente, o humor auto-depreciativo tornava-se um ingrediente comum.

A cativante canção tema, escrita por David Mack e Jerry Livingston, caracterizava a atmosfera da série. Ela tornou-se a peça central de um álbum de músicas da série orquestrada por Warren Barker, lançado em 1959.
Kookie” (Edd Byrnes) se tornou um fenômeno cultural com suas gírias e expressões como "ginchy" (gingado) e "empilhar Zs" (dormir). Quando Kookie ajudou os detetives em um caso cantando uma canção, Edd Byrnes acabou começando uma carreira de cantor com "Kookie, Kookie, Lend Me Your Comb” (“Kookie, Kookie, empreste-me o seu pente"), com base em sua mania de pentear os cabelos. Quando sua demanda por mais dinheiro não foi satisfeita, Byrnes deixou a série, mas voltou como parceiro do detetive em maio de 1960; em 1961, Robert Logan tornou-se o novo encarregado do estacionamento, JR Hale, que frequentemente falava pouco. Em 1960, Richard Long integrou o elenco, vindo da série de detetive cancelada Bourbon Street Beat, onde fazia o papel de Rex Randolph, mas acabou deixando o programa em 1962.
A popularidade da série cresceu com a presença de jovens atores que eram convidados para participações especiais, como: William Shatner (Cap Kirk de Jornada nas Estrelas), Mary Tyler Moore (da série “Mary Tyler Moore”), Shirley MacLaine (conhecida não apenas pela sua atuação no cinema, como também por ter escrito um grande número de livros autobiográficos que relatam sua crença na reencarnação), Robert Conrad (James West), Dyan Cannon, Jay Norte (Dennis o Pimentinha, Maya), Connie Stevens (Maverick), Adam West (Batman), Tuesday Weld, James Garner (Maverick, Arquivo Confidencial), Marlo Thomas (série “That Girl”), Max Baer, Jr. (A Família Buscapé), Elizabeth Montgomery (A Feiticeira), Karen Steele (fez um papel clássico e marcante de uma linda mulher no episódio “O Estranho Charlie” da 1ª temporada de Jornada nas Estrelas), DeForest Kelley (Leonard McCoy de Jornada nas Estrelas), Susan Oliver (Caravana, “Wagon Train”), Peter Breck (“Big Valley”), Roger Moore (007), Donna Douglas (A Família Buscapé), Troy Donahue, Ellen Burstyn, Chad Everett (“Medical Center”), Gena Rowlands, e Diane Ladd, além estrelas mais velhas que incluíam Fay Wray, Francis X. Bushman, Liliane Montevecchi, Keenan Wynn, Ida Lupino, Rolfe Sedan, Jim Backus, Billie Burke, Buddy Ebsen, George Jessel, Peter Lorre, Burgess Meredith, Nick Adams e Roy Roberts, entre outros. O show foi tão "cool" que até o jogador estrela do Baseball Sandy Koufax foi convidado para um papel em um dos episódios. Em 1963, com o “ibope” diminuindo, várias estrelas foram deixando a série que acabou por ser cancelada ao final daquele ano.
O sucesso de 77 Sunset Strip levou à criação de vários outros projetos sobre detetives em locais exóticos, todos produzidos pela Warner Bros, como Bourbon Street Beat em New Orleans, Hawaiian Eye no Hawaii e Surfside 6 em Miami (From Wikipedia. Tradução: Edilson Cesar).
Nota do autor: obrigado ao amigo Edilson Cesar por ter feito esta tradução para mim, o que me permitiu colocar hoje esta sinopse no site já que amahã, como bem lembrou o Edilson, vão se completar 50 anos do lançamento deste clássico.

Mídia

HTML5

voltar ao topo