Menu

Plim Plim, o Mágico do Papel Destaque

Hoje em dia, quando se fala em “plim plim”, se associa logo a uma das vinhetas da malfadada TV Globo. Mas nem sempre foi assim. Houve um tempo, nos idos dos anos 70, quando o nome “plim plim” significava magia, sonho, colorido. Era Plim Plim, o Mágico do Papel, interpretado pelo artista plástico Gualba Pessanha, que começou na TV Educativa em 1975 e continuou até os anos 80, ensinando a desenhar e, principalmente, a arte da dobradura de papel, o origami, para crianças.
Gualba estudou no Japão, viajou pela Europa, conheceu 14 países. Dividiu parte desse conhecimento com sua audiência infantil, através de programas que eram didáticos e, ao mesmo tempo, lúdicos e modernos. Ensinava a fazer com papel quase todo tipo de animal. Plim Plim tinha uma seção onde as crianças enviavam desenhos, que eram exibidos na televisão. Esse artista, que certamente marcou as vidas de toda uma geração, morreu no dia 7 de agosto de 2010, num sábado, esquecido, no asilo Monsenhor Severino, em Campos, Norte Fluminense. Fonte: matéria (trecho) da excelente publicação feita no site latuffcartoons.wordpress.com
voltar ao topo