Menu

As Aventuras de Cacá - 1975 Destaque

Nesses quase 60 anos da tv brasileira, centenas de animes já foram exibidos em nossa terrinha. Alguns passam batido sem causar impressão alguma, uns se tornam clássicos, outros verdadeiros fenômenos. Há ainda aqueles que passam tão despercebidos, mas tão despercebidos que muita gente duvida da existência deles. Um bom exemplo disso é As Aventuras de Cacá. O anime foi exibido nos anos 80 pelo SBT e até hoje muita gente duvida que ele tenha realmente existido, tanto que a série virou uma “lenda” entre os otakus. Muitos chegam ao ponto de dizer que o anime não passou de alucinação para os poucos que juram tê-lo visto (estamos falando de anime ou OVNI? :P). Nota do autor: eu normalmente traduzo os textos de fontes internacionais para colocar no site mas, no caso desta sinopse, você vai ver na íntegra o que foi feito por Tio Cloud do site www.jbox.com.br (ficou muito legal !!!)

 

Como adoramos revirar o baú de coisas velhas que ninguém ousou a falar, finalmente, depois de quase 20 anos de sua suposta exibição, podemos garantir pra você: o anime realmente existe!

A Exibição
Quando o SBT começou suas operações no início dos anos 80, ainda com o nome TVS, o canal comprou um pacote de desenhos animados, e junto estavam algumas produções japonesas, dentre eles Cacá, O Pequeno Príncipe e o Rei Arthur. Mas, ao contrário dos seus “coleguinhas”, Cacá teve o azar de não ter ganho um horário à altura. Na região Sudeste e Sul, o anime era exibido em horários exdrúxulos como as 6 da manhã, ou mesmo esporadicamente como tapa buracos. Só temos notícia de um estado onde a série foi exibida em um horário mais cômodo: na Bahia, onde era exibida no fim de tarde pela tv Itapoan (na época, afiliada do SBT por lá). Inclusive, a série acabou se tornando cult por aqueles lados, tanto que por outras partes do Brasil quase ninguém se deu conta de tal exibição.

 

Recentemente aconteceu algo parecido com o anime O Violinista de Hamelin. Comprado pela Record, a produção não foi ao ar nacionalmente, sendo exibido somente por algumas afiliadas da emissora. Você nem sabia que o Violinista de Hamelin existia? Xii.. Lá vamos nós de novo…

O anime
Falar da história de As Aventuras de Cacá é um pouco complicado. Porquê? Simples: o anime não narra nenhuma saga monstruosa, não tem um super vilão de risadinha sádica e insuportável querendo dominar o mundo, e nem trata de seres mutantes guerreando entre si. Simplesmente conta como é o dia-dia de uma criança de seis anos sob o ponto de vista da mesma.

Em todos os episódios vemos Cacá e seus amigos Barum e Cheirosa (por quem ele tem uma quedinha!) fazerem coisas comuns de crianças da sua idade, descobrindo aos poucos e (geralmente) em forma de brincadeiras como é o mundo. A única diferença é que o anime se passa na pré-história, e sempre possuía uma lição no fim, tipico dos desenhos dos anos 70 (lembram do Pequeno Príncipe?). É claro, que em se tratando de um desenho japonês, a carga dramática também era intensa, inclusive havendo muitas passagens psicológicas e até morte de personagens, coisa impensável para os padrões ocidentais. Talvez um dos motivos de não o terem exibido com grande projeção.

 

 

Pelo Mundo
As Aventuras de Cacá foi dublado em inglês na Austrália, onde recebeu o nome de Kum Kum, The menace (Cum Cum, O Pestinha). Depois da Austrália, o anime ganhou o mundo, sendo exibido no Canadá, Inglaterra, França, Indonésia, Itália (como Kumkum, o Cavernoso), Arábia (como Tam Tam @_@), México, em alguns países da América Central e finalmente Brasil.

A produção
Cacá foi o sexto anime produzido pela Sunrise. Sim caro leitor, bem antes de fazer animes com mechas endoidecidos atirando pra todo lado em sagas político-econômicas-apocalipticas, o estúdio era bem modesto, e vivia praticamente de produções mais simplórias (mas nem por isso ruins…). Na direção da série um nome bem conhecido pelos otakus: Rin Taro. Não conhece? Talvez não pelo nome, mas com certeza já assistiu alguma produção dirigida pelo cara. Desde que entrou pra Sunrise, no início dos anos 70, Rin Taro ficou à frente de várias obras importantes pra animação japonesa, tais como Um Vento Chamado Amnésia, Galaxy Express 999, Lupin, Metropolis e X-Movie, entre outros.

Uma coisa que ninguém sabe ainda com certeza é quem é o verdadeiro criador da série. A Sunrise costuma ter produções originais, criadas a partir de equipes da casa (que hoje assinam com o pseudônimo Hajime Yadate). No caso de Cacá, encontramos o registro de duas pessoas que assinam a criação da série: Madoka Akitsu (citada na maioria dos artigos de Cacá pela net afora) e Yoshikazu Yasuhiko. Esse último inclusive, foi character design de várias séries Gundam.

 

Agora que você já sabe que As Aventuras de Cacá realmente existiu, diga pra seus colegas que duvidavam da sua sanidade que você não estava drogado. Se bem que nos anos 80 haviam tantas drogas soltas por aí (Dominó, Menudo, Simony, He-Man, Smurfs…) que não se pode descartar uma alucinação coletiva…

Checklist Episódios
1- Caçando Nuvens
2- O ovo de avestruz
3- A tribo do mar
4- O Peixe Arco-íris
5- O Retorno de Roman
6- Cinzas do Céu
7- O Coelho
8- Relógio Solar
9- O colar
10- Procura-se um estudante
11- Sauros o covarde
12- Neve Voadora
13- Grotto, o mago
14- Pequena Popa
15- O Elefante Tusk
16- Adeus eternamente
17- Saurus Disaparece
18- o urso assassino
19- O desafio
20- O monstro
21- Os Guinchos declaram guerra
22- A vara
23- Os três corvos negros
24- Velha Mãe, olhos negros
25- Coração partido
26- O casamento

voltar ao topo