Menu

Beany e Cecil - 1959 Destaque

Beany e Cecil ("Beany and Cecil") é um desenho americano criado em 1962 e exibido naquele país pela TV ABC até 1967. É protagonizado por um garoto lourinho, Beany, e sua amiga Cecil, uma serpente marinha. Por ser bastante interessante, ficou conhecido por fãs em toda a parte. A atração, que contou com 76 episódios, foi exibida inicialmente nos anos 80 pelo SBT e posteriormente pelas emissoras Record e TV Corcovado, canal 9, do Rio de Janeiro.



Junto com Os Jetsons e Os Flintstones, foi uma das primeiras séries de televisão à cores da rede de televisão ABC (nas primeiras apresentações, no entanto, foi originalmente exibido em preto e branco, já que ABC só produziria estes programas colorizados a paritr de setembro de 1962).
História
Beany e Cecil foi criado pelo animador Bob Clampett depois que ele deixou a Warner Bros, onde tinha dirigido cartoons de pequena duração. Clampett já tinha tido a idéia de Cecil quando ainda era um menino, depois de ver a metade de cima de um dinossauro na água no final de 1925 no filme O Mundo Perdido ("The Lost World").
Clampett originalmente criou a série como um show de marionetes chamado Time for Beany, que foi apresentado de 1949 a 1954. Time for Beany destacou o talento dos atores Stan Freberg como Cecil e Daws Butler como Beany e o Capitão, que emprestaram suas vozes no show.
Clampett acabou revivendo a série em forma de animação, embora Freberg e Butler não tenham reprisado seus papéis. Antes desta série, e simultamneamente com o teatro de fantoches, Clampett criou uma série de histórias em quadrinhos das aventuras de Beany e Cecil para a Dell. A arte-final para esta série de histórias em quadrinhos, executada de 1951-54, foi desenhada por Jack Bradbury.
Em 1988, o show foi reavivado como The New Adventures of Beany e Cecil pela DiC (pronuncia-se "deek"  - é uma animadora fundada em 1971 por Jean Chalopin, em Paris, França). Apenas oito episódios foram produzidos, e somente cinco deles foram ao ar. Esta encarnação do show foi produzida e dirigida por John Kricfalusi, que mais tarde iria criar Ren & Stimpy (estes os filhos os saudosistas devem conhecer...). From Wikipedia. Tradução/adaptação livre: Vitor PInheiro.

voltar ao topo